Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 31 de dezembro de 2011

Para o ano do fim do mundo, desejos para esta ou para uma outra vida

Gostava de ser mais nova. Gostava de ter a idade que tenho mas parar por aqui. Gostava de viajar lá para trás quando me desse na real gana. Gostava de não ter filhos. Gostava de ter mais filhos. Gostava de ser médica. Gostava de ser produtora discográfica, realizadora de filmes underground, dançarina de ballet clássico, publicitária ou trapezista no Chapitô. Gostava de ser cantora ou barwoman em NY ou guru em Katmandu. Gostava de ir a Tokyo ou à Conchinchina ou a sítios ainda mais improváveis, a terras difíceis de imaginar. Gostava de ser gira todos os dias. Gostava de saber quem sou. Gostava de voltar a ter estilo. Gostava de escrever outro livro. Gostava de ser uma poetisa de renome. Gostava de viver em Buenos Aires, Chicago ou em Berlim. Gostava de ser actriz. Gostava de começar e acabar o pós-doutoramento só porque sim. Gostava de ter muitos amigos. Gostava de ter poucos, daqueles à séria, que não nos abandonam à primeira contrariedade. Gostava de ter uma casa senhorial na cidade. Gostava de mudar de cidade. Gostava de mudar de vida. Gostava de viver várias vidas. Gostava de ser rica. Gostava de não ter um chavo e de não me importar nada com isso. Gostava de ter mais tempo. Gostava de ler mais e mais e mais. Gostava de ter uma memória excelente e de não me esquecer do que li. Gostava de tocar baixo. Gostava de tocar piano ou guitarra ou saxofone. Alto, muito alto. Gostava de falar mandarim e cantonês. Galego e mirandês. Gostava de ser advogada. Gostava de ser o Donald e dizer You're fired! Gostava de ser diplomata ou deputada. Gostava de não sofrer tanto pelo que não vale nada. Gostava de aceitar. Gostava de acreditar que era feliz. Gostava de poder passar um Inverno num sítio quente. Gostava de fazer mais voluntariado. Gostava de fazer a travessia do canal da Mancha a nado. Gostava que nunca acontecesse nada de mal aos meus filhos. Gostava que não me acontecesse nada de mal a mim para poder vê-los crescer, namorar, casar, ter filhos. Gostava de ter um humor mais cáustico, ou sarcástico ou qualquer coisa do género in between. Gostava de ser mais independente. Gostava de ter o cabelo mais curto ou mais comprido ou assim-assim. Gostava de ser uma Evita, uma Che ou uma Madre Teresa. Ou um Andrew Zimmern, um Anthony Bourdain ou um Gordon Ramsay. Gostava de me desfazer de todas as malas e comprar "a" mala. O mesmo com os sapatos. Gostava de ser mais arrumada. Gostava que a C. ficasse com o olhão azul que tem agora. Gostava que o M. nunca perdesse as covinhas que faz na cara e ainda os seus sinais via láctea. Gostava que o A. fosse sempre o menino feliz que é, apesar do que a vida já lhe reservou. Gostava que o V. fosse sempre muito meu amigo e que nunca ficasse trinca-espinhas como os manos. Gostava que eles não fossem tão índios. Gostava que fizéssemos ainda mais coisas juntos. Que ríssemos muito e que eu não andasse sempre tão preocupada. Gostava de aplacar esta angústia que tenho cá dentro. Gostava de ser mais tolerante e calma.  Gostava de não explodir com quase nada. Gostava até de ser resignada. Gostava de gostar mais de algumas coisas ou pessoas ou cenas. Gostava de não gostar de outras. E é isto. E é assim.

13 comentários:

dofundodabarriga disse...

Minha querida, este foi O Post.
Magnânimo. Porque é. Ou talvez porque me encaixo lá ao milímetro... Talvez por ambos.
Um grande beijo, S.
E abracinhos aos pequeninos.

Princesa disse...

E é perfeito. Lindo, maravilhoso este teu post. É assim, e é perfeito!

Um bom 2012 querida

Mil beijinhos

Uma boa parte de mim disse...

Duchess,
Seguramente, o post mais genuíno, divertido e original de fim de ano que li.
Obrigada pelo sorriso que me rasgaste. Também eu sinto este ano que se aproxima, redondo e prenho de coisas boas, boas!
Que as partilhemos pela blogosfera e em conjunto, será bom sinal.
Foi bom ter o teu regresso :)
Desejo-te um 2012 cheio de ambiguidades. Porque se fossêmos todos os dias iguais, convenhamos, a vida perdia o tempero.
Beijinho grande,
Margarida

raquel disse...

Adorei.
Fizeste-me sorrir com agrado neste início de ano.
Um excelente 2012 para ti. Para vocês.
Beijinhos enormes*

Tella disse...

e está mto fixe! Grande post!
BJS.
Gostava que fosses tudo isso e mais ainda!

Dadinha disse...

Há muito que não passava por cá e gostei.
O teu post retrata os quereres de alguem que vive a vida com autenticidade. Como eu gosto de dizer e viver: À Séria!
Este ano vou passar cá mais vezes.
Depois de tantos desejos eu desejo-te SAÚDE para os concretizares.
Bj

Kiki disse...

Lindo! ADOREI!!! <3 :)))

Só não gostei do título! :P

Duchess disse...

Muito obrigada. Será um gosto continuar por aqui, com vocês.
Um bom Janeiro. Um bom 2012.

Sandra disse...

Mais um post que sou tu sabes escrever, adoro ler-te, simplesmente ADORO-TE.

Um FELIZ ANO.

Beijo meu
Sandra Gonçalves

Rita disse...

Que post ;) Um óptimo ano para ti! Deixa-me só perguntar-te: se querias escrever outro livro é pq já tens um, certo?!? Partilhas? bjs

Flores disse...

:) E é isto. E é assim!

Melancia disse...

Gostei tanto!

Duchess disse...

:):)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...