Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Coaching parental


Tenho a formação teórica de educadora e coacher parental E hoje entrei como coacher no meu primeiro grupo. Vai durar 14 semanas e só ao fim do segundo grupo é que posso requerer a certificação final.
Gosto de coisas que dão trabalho mas que são sérias. E não há nada mais sério do que este curso tão estruturado e avaliado do princípio ao fim.

Vou-vos dando umas dicas para irem pensando, ok?

A primeira dica é pensarem qual o filho que mais vos preocupa agora e porquê e pensarem no que gostariam de mudar, numa mudança exequível. Se conhecem o vosso filho há 48 meses, por exemplo, e sempre se mostrou uma criança desafiante ou mais birrenta ou mais complicada, agora não é em poucas semanas que vai mudar tudo isso. Por isso concentrem-se nos comportamentos que desejam alterar e pensem se é exequível essa mudança.

Pensem na mudança pela positiva e não pela negativa. Pensem e foquem-se nos comportamentos que querem acentuar ou promover e não naqueles que querem que deixem de acontecer. Definam objectivos pela positiva.

Pensem que as crianças o que querem é sobretudo atenção, muita atenção. E se não a conseguem pela positiva vão consegui-la pela negativa.

Pensem que vão servir de modelo aos vossos filhos, sempre. Por isso não digam a berrar que ele tem de se calar. Por isso não lhe batam se ele vos bater. Por isso não façam uma cena se ele fizer uma cena. Da primeira vez, como no anúncio, pode resultar porque há o factor surpresa a funcionar. Mas olhem que só resulta uma vez.

Tirem 10 minutos por dia para brincar com o vosso filho. 10 minutos chegam. Mas nesses 10 minutos desliguem a televisão, não vão ver se o refogado está a queimar-se e não deitem o olho ao facebook.

Simplesmente brinquem com ele, na brincadeira que ele quiser, e ao seu próprio ritmo.

Maravilhas vão acontecer.

8 comentários:

Olga Reis disse...

Olá! Onde tiras-te a tua formação de educadora e coacher parental?
Beijinhos colega ;)

Babybola disse...

amei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

4D disse...

Olá colega!

Tirei na FPCEUC.

Formação em Treino e Coaching Parental “Anos Íncriveis” (Incredible Years);Parent Group Leader Training sob a orientação de Judy Hutchings, Ph.D. (Certified Trainer)

Profissão Mãe disse...

Giro...ando a ler um livro que fala nisso e depois ires aumentando para mais tempo com ele...e no caso de serem dois...os tempos serem para cada um e não com eles juntos.

If i have to tell you one more time da Amy McCready.



bebexik disse...

Obrigado pelas dicas ....

Vou por em pratica ;)


bjns

Chefe Índio disse...

Subscrevemos as doutas palavras da Mãe 4D.

E hoje dedicámos-lhe este post!

Esperemos que goste!

Chefe Índio

http://indiosecowboys.blogspot.pt/2012/12/coisas-boas-do-natal-11-musicas-como.html

disse...

Jà li sobre isto e percebi tudo mas vou aos arames com facilidade.os meus filhos conseguem me tirar do serio e acho que jà perceberam bem como funciono...o que me deixa triste comigo mesma pois gostava de ter mais paciencia com eles e nao berrar quando eles nao me obedecem...

4D disse...

Bé, o que lhe posso já dizer é que isto não é fácil de fazer, pelo menos para algumas pessoas. Acredite que para mim também nem sempre é. Posso dizer-lhe também que este treino é mais para os pais do que para os filhos. A ideia é que a mudança nos pais levará a uma mudança nos filhos.

Beijinho grande

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...